Quem tem medo de batom vermelho?

Respondendo à pergunta Quem tem medo de batom vermelho?, digo que eu não. Já faz algum tempo, elegi o batom vermelho como meu preferido. Muito mais marcante e sensual do que um gloss, por exemplo, ele é também um dos mais temidos – embora batons em tons de azul já estejam na boca de alguns fashionistas!

É sempre a velha história de “Ah, fica bom em Scarlett Johansson, mas não em mim”. Balela. Quem diz isso é porque nunca experimentou um batom vermelho ou ainda não achou um tom que lhe caísse bem.

Algumas dicas podem ser úteis na hora de achar o seu tom de vermelho. Uma que é bastante comum diz que, pessoas de pele “quente” devem investir em vermelhos que tenham fundo amarelo ou laranja, e, pessoas de pele “fria”, em vermelhos cujo fundo seja rosa ou azul. Para saber se sua pele é “quente” ou “fria”, dê uma olhadela para as veias do seu pulso: se forem esverdeadas, é “quente”, azuladas, é “fria”.

Geralmente, mulheres de pele mais escura ficam melhor com vermelhos mais escuros; recomenda-se evitar aqueles com tonalidades tomate ou laranja. Já as de pele mais clara ficam bem com um maior número de tons. Bom, isso é o que dizem por aí. A meu ver, isso varia muito de pessoa para pessoa.

Para uma boca impecável, é interessante passar, antes do batom, um corretivo para igualar a cor dos lábios. Para dar uma valorizada ainda maior, é bacana contornar a boca com um lápis da mesma cor do batom – cuidado nessa hora para não ficar com cara de coringa! Por fim, aplique o vermelho com um pincel para ter uma visual mais preciso – paciência nesse momento!

Como a boca vermelha chama muito a atenção, é interessante que você contraste o batom forte com um visual mais clean. A não ser, claro, que você aprecie muito as cores – Frida Kahlo é um belo exemplo. Abusar disso, é possível, mas é preciso que você – sua personalidade – sustente essa força. Caso contrário, além de se sentir desconfortável, sua beleza não será bem aproveitada.

Não existe essa de “deve” ou “não deve”. Harmonia e proporção são ótimas maneiras para se chegar a certa fluidez; para encontrar um ponto de equilíbrio entre aquilo que você é e o que aparece. Portanto, dicas são somente dicas. Atente sempre para sua personalidade na hora de se vestir e não tema as chatíssimas convenções.

Fonte : Aqui!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: